Com hub de artistas e Cloud Producing, Factory se destaca no universo da animação

Crescendo cada vez mais no mercado audiovisual, as animações vivem um boom criativo e ganham destaque na divulgação do Festival Path 2019

A animação vive a sua melhor fase no Brasil em seus 100 anos de história. De olho nas tendências e com olhar clínico para encontrar grandes talentos em diversas áreas, o Festival Path conta com o trabalho incrível da Factory, produtora de animação que ficou responsável por toda parte de motion art desta edição do evento e estará presente também na programação, nos dias 1 e 2 de junho em São Paulo.


A empresa foi lançada em 2016 pela produtora executiva Jennifer Djehdian, que depois uniu forças com diretor de filmes e motion graphics Marcello Laruccia. Juntos, ambos somam quase 50 anos de mercado, elaboram projetos ousados e conteúdos originais para Cinema, TV, Web e Publicidade. Jennifer participará do painel Desmistificando o universo da animação, no dia 02/06, às 17h na sala Auditório do Club Homs.


Marcelo Laruccia e Jennifer Djehdian

Sempre inovando, a Factory se tornou um hub de artistas do Brasil e do mundo, que ajudam a ampliar os formatos e o impulso criativo da Factory, responsável pela curadoria e direcionamento de cada um deles ao job ideal. Atuando com Cloud Producing e seguindo o conceito taylor made, realizaram trabalhos primorosos para marcas como Nike, Gloob, Coca-Cola, SOS Mata Atlântica, Unimed, Faber Castell, Fini, Nestlé e Ben & Jerry’s.


Batemos um papo com a Jennifer e o Marcello para entender o sucesso da marca na atuação de artes gráficas animadas, uma ferramenta de comunicação que dialoga com diversos tipos de público e está cada vez mais em alta no audiovisual. O resto você pode saber presencialmente, no Festival Path 2019! Vem com a gente?


Jennifer, você começou a Factory. Conta pra gente como é ser mulher na área da animação, que ainda é predominantemente masculina?

Comecei a trabalhar na área em 2002, era muito nova e em poucos anos já estava coordenando toda a produção de animação e pós de uma das 3 maiores produtoras de animação do Brasil. Na época tínhamos uma equipe fixa predominantemente masculina, com mais de 40 animadores entre fixos e freelas, quase todos mais velhos do que eu.


No início era bem difícil, tinha muito machismo e pouco respeito pela mulher, e muitas vezes precisava me impor com mais firmeza com a equipe, atitude que talvez um coordenador não precisasse ter. Hoje olhando para trás, acho que faria diferente, mas foi o recurso que conhecia naquele momento e que funcionou por alguns anos.


Percebo que no dias atuais as coisas mudaram bastante, o número de mulheres na área aumentou muito, e este tipo de comportamento machista não é tão presente como antes, ou pelo menos fica mais debaixo da cena por tanto que se fala sobre isso. Se fala muito que não é legal ser machista, na verdade nunca foi, mas atualmente os homens têm mais consciência disso, e as mulheres também. Atualmente se pensa duas vezes antes de fazer algum comentário ou ter uma postura machista. Estamos evoluindo, devagarinho mas estamos, e isso me deixa feliz.


- A internet abriu espaço não só para retomar debates importantes, mas também para novas possibilidades de mercado. Como a empresa de destaca no meio de tantas opções? O que vocês mais prezam para entregar um trabalho criativo e envolvente?

A Factory traz uma nova maneira de produzir animações, prezamos por qualidade técnica e artística, agilidade, transparência, entrega, versatilidade, atendimento e o cuidado com as pessoas. Eu e o Marcello, meu sócio, trabalhamos juntos há 17 anos, somos uma dupla e tanto, temos uma sinergia impressionante, e que se reflete no trabalho. Eu sou produtora executiva, cuido dos negócios e artistas, e o Marcello cuida da parte artística, técnica e produção. O que nos faz conseguir este resultado são 4 principais pilares:


1) Partimos do princípio que uma boa animação começa com uma boa ilustração, para isso temos um hub de artistas ao redor do mundo e para cada projeto montamos uma curadoria de artistas que vai desde ilustradores, grafiteiros, artista plástico, artistas new face, experimental entre outros. Depois de escolher o look visual, partimos para a técnica estudando qual a necessidade daquele projeto, se ele pede por uma animação 3D, motion, frame by frame, stopmotion e etc. Resumindo o hub de artistas é para produzir o look visual do projeto, e toda a parte técnica de produção da animação, pós produção e finalização nós fazemos in-house. Vendo o nosso portfólio de trabalhos, dá para perceber esta versatilidade de estilos e técnicas.


2) Nosso propósito é fazer o projeto acontecer, e uma das nossas características é participar da criação e estratégia para viabilizar aquele projeto. Então quando surge uma demanda do cliente, a gente não manda um orçamento só com o valor e ponto, ao invés disso sentamos junto com o cliente, seja uma agência de publicidade ou cliente direto, para entender qual a necessidade do projeto, qual a realidade dele, entender as expectativas, o objetivo, o público, e a partir destas informações apresentamos 2 ou 3 propostas com soluções criativas para viabilizar o projeto, muitas vezes completamente diferentes da demanda inicial. O mercado têm gostado bastante desse formato.


3) O nosso atendimento e entrega se destacam, já que sempre dividimos com o cliente qual a realidade de cada projeto. Nos sentimos muito confortáveis quando falamos em animação, eu tenho quase 20 anos de experiência na área e meu sócio quase 30, então para nós é muito claro o que funciona e o que não funciona em uma animação, aonde pode “dar problema”, e trazemos isso no dia a dia na relação com os nossos clientes. Somos transparentes, criamos uma relação de confiança, somos didáticos ( falamos de coisas complexas de maneira simples) e sabemos antecipar os problemas. Para a gente o cliente e nós é uma coisa só, uma mesma equipe, então a responsabilidade dele, os problemas dele, são nossos também. Não importa se o projeto é pequeno, médio ou grande, a nossa entrega e dedicação ao projeto é a mesma.


4) O olhar humano, pois a animação é somente o pano de fundo, mas no final o nosso bussiness são as pessoas. Como lidar com as pessoas, como valorizá-las, como dar conforto, como dar voz para elas, conhecer a vida pessoal dela, as necessidades, as ambições, os pontos fortes e fracos, e aceitá-las como são. A gente tá sempre olhando pra isso, tanto internamente, quanto para os clientes.


- Naturalmente, a publicidade vem se reinventando também. Quais são as vantagens de investir em animações para vender e posicionar uma marca ou produto?

A publicidade é um mercado exigente e muito dinâmico. Ela é uma grande professora que nos ensina muito até hoje, nos ensina principalmente a sermos ágeis na produção, ao mesmo tempo cuidadosos e cautelosos, ser estratégico ao mesmo tempo que precisamos ser práticos, nos ensina também a pensar em soluções criativas que solucionem problemas em pouco prazo e ao mesmo tempo sejam belas, e por fim a sempre entregar um produto premium, independente de ser um projeto pequeno, médio ou grande.


- Quais tecnologias atuais na indústria do audiovisual mais chamaram a sua atenção recentemente?

O Marcello é um grande apaixonado por arte e tecnologia, ele estuda muito sobre novas tecnologias, e todo ano visita feiras de Broadcast ao redor do mundo. Inclusive acabou de voltar da NAB, em Las Vegas. Para ele a animação sempre andou junto com a tecnologia, é a união entre a arte e a técnica.


Muitas novas tecnologias nos encantam, mas pessoalmente para mim o render em GPU’s é algo realmente encantador, tem uma velocidade incrível. Começamos a investir nessa tecnologia aqui na produtora, e já estamos fazendo os primeiros testes.


- O que não pode faltar num bom projeto “animado”?

Um roteiro bem construído, um belo look visual, bons artistas, bons enquadramentos e uma boa trilha. Com essa combinação, a animação pode ser mais simples (com movimentos mais suaves), que fica bonita.


- De que forma a Factory contribui para a valorização dos (as) artistas brasileiros (as)?

Somos apaixonados por arte, e poder unir a arte com animação foi uma grande alegria para nós. Sempre apertou o nosso coração ver um artista nato com suas artes escondidas dentro de casa, foi assim que começou a nascer a ideia de trabalhar com eles em animação.

Alguns nunca produziram artes ou ilustrações para um projeto de animação, e eles sempre ficam super felizes em receber um convite para participar de um projeto. A nossa relação com os artistas é independente, não tem exclusividade, pois o que mais queremos é valorizar o trabalho deles e que eles participem de muitos projetos legais, seja com a Factory ou em outras empresas.


Então sempre apresentamos aos clientes os trabalhos dos artistas junto com o site e biografia deles, para o cliente realmente conhecer quem é a pessoa que está por trás da arte, trazemos o lado artístico dos artistas, mas também o lado humano. O nosso hub de artistas aumenta a cada dia, somos garimpeiros de artistas, e temos um prazer enorme em levar projetos legais para eles.


- O que a Factory está preparando para o Festival Path?

Teremos um painel onde vamos falar sobre os mitos e verdades do Universo da Animação. Estamos bem animados, vai ser bem rico esse bate papo. Além disso, estamos produzindo algumas peças animadas para o Festival, com diferentes finalidades. Elas vão ficar lindas!


- Se o Path fosse traduzido em um personagem pensado pela Factory, como seria?

O Path seria um personagem planeta cheio de vida, criativo, divertido, que se transforma o tempo todo ao mesmo tempo que transforma a todos que vão visitá-lo, inspira as pessoas, cria união, é generoso, está sempre dando mais, e que gosta muito de ver as pessoas felizes e se realizando.


- Quais são suas expectativas para a edição desse ano?

Vou ao Path desde a sua primeira edição, sou curiosa em conhecer histórias e pessoas inspiradoras, e apaixonada por criatividade e inovação, essa combinação faz com que eu fique muito ansiosa para cada edição. Mas apesar disso, nos últimos anos comecei a fazer um exercício de não ter nenhuma expectativa, assim vou mais aberta e receptiva para o que o Path tem a oferecer, e tem dado super certo.

O PANDA

CRIATIVO

  • Facebook
  • Instagram

WE DELIVER 

WE SOCIALIZE

WE ANSWER

Entre em contato

com o Panda