O PANDA

CRIATIVO

WE DELIVER 

WE SOCIALIZE

WE ANSWER

Entre em contato

com o Panda

  • Facebook
  • Instagram

Vaidade saudável, um novo horizonte para a beleza

Mona Soares, criadora da Ewé Alquimias, tem descoberto que dá para se manter bonita sem enlouquecer na ditadura da farmácia


Por Carla Furtado

Na busca da pele perfeita, um ideal que assombra, principalmente, a vida da maioria das mulheres, pouco dinheiro é economizado num arsenal de cosméticos variados. Na hora da compra, fica fácil escolher pela finalidade, como prevenção de rugas, mais elasticidade, hidratação, ação anti-acne, etc. Mas uma nova tendência começa a fazer parte da rotina das consumidoras e tem deixado o momento de escolha nas prateleiras um pouco mais demorado: a leitura do rótulo.


A descoberta do que está em cada frasco de promessas milagrosas pode não ser nada agradável, já que muitos daqueles componentes químicos impronunciáveis são extremamente tóxicos e podem acarretar doenças graves, pois tem efeito cumulativo no organismo. Evitando a máxima "por fora bela viola, por dentro pão bolorento", a farmacêutica Mona Soares passou a atentar-se sobre o que estava consumindo e colocando em seu corpo diariamente. Na falta de opções realmente saudáveis nas farmácias, produzir seus próprios cosméticos se tornou uma solução surpreendente.


De uma inocente curiosidade, um novo mundo abriu-se à empreendedora que criou o Ewé Alquimias, empresa de cursos de saboaria e cosmetologia natural, produção de conteúdo e consultoria sobre beleza natural, herbalismo e mais itens de um estilo de vida consciente. “Fazer cosméticos é também contar histórias: a seleção dos ingredientes, seus simbolismos, aromas e texturas nos remetem a tempos que não vivi, e isso é delicioso”, conta a baiana.

Na entrevista abaixo, Mona conta sobre como está lidando com a chegada da maturidade pela ótica da vaidade saudável, e fala sobre a revolução que aconteceu em sua vida a partir da simples prática de entender o que consumia, o que a levou para um processo de autoconhecimento, aceitação e muito mais autonomia.

Em que momento da sua vida você decidiu produzir cosméticos naturais e por quê?

Começar a produzir cosméticos naturais não foi exatamente uma decisão. Eu tinha acabado de perder o emprego e de ser reprovada numa seleção de mestrado. Sempre me interessei por plantas medicinais e preparados feitos com ervas. Nesse período, pesquisando na internet, encontrei alguns sites de mulheres que produziam sabonetes naturais e me encantei. Naquele momento, passei a buscar tudo que fosse possível ligado à cosmética natural: cursos, livros e outros sites ao redor do mundo. Da teoria parti para a prática e primeiro produzia para uso pessoal e oferecia a amigos e família para testar. Rapidamente caiu no gosto das pessoas e passei a vender. Mas jamais imaginaria nesse início que viveria disso. Foi algo que nasceu sem planejamento!


Para você, o que é uma “vaidade saudável”?

Vaidade saudável é você ter uma rotina de autocuidado que seja prazerosa pra você e, utilizando recursos que produzam um menor impacto ambiental e que também não prejudiquem sua saúde.


Muitos produtos e rotinas de beleza convencionais são de um modo ou de outro tóxicos. Na busca por uma vaidade saudável, cabe questionar os ingredientes dos cosméticos que usamos, a cadeia produtiva da empresa que produz aquele cosmético, e se nas campanhas há diversidade de mulheres sendo representadas. Outro ponto que aboli na minha rotina de autocuidado foram práticas que me causam dor ou algum tipo de sofrimento. Também evito produtos de empresas nas quais não me vejo representada.


Quais as consequências de uma vida com uso diário de cosméticos com ingredientes sintéticos e químicos?

O excesso do uso de produtos de beleza com muitos ingredientes sintéticos pode desencadear diversas desordens de saúde, pois muitos são absorvidos pela pele, nariz, olhos e boca e possuem efeito cumulativo. Alguns causam alergias, desequilíbrios hormonais e até mesmo podem contribuir para o câncer em pessoas predispostas e em associação a outros fatores. Tais toxinas podem também se acumular na natureza, entrando na cadeia alimentar de animais, contaminado o solo e as águas. Há empresas de cosméticos naturais que usam ingredientes sintéticos, porém buscam utilizá-los em pequenas quantidades e optando por aqueles com menor toxidade possível.

O processo de envelhecimento é um dos mais cruéis para as mulheres, já que nossa beleza tem muito peso social. Como você lida com o amadurecimento da pele sem recorrer às químicas e aos processos estéticos agressivos?

Apesar desse apelo pela juventude feminina ser ainda muito forte, estamos vivendo um momento de questionar isso. Muitas mulheres estão deixando de esconder os cabelos brancos e outros sinais que demonstram a idade, como rugas, flacidez e o orgulho de não ter passado por procedimentos estéticos invasivos para camuflar o passar dos anos. Ter esse movimento acontecendo me deixa confortável com os 40 anos se aproximando.

"Eu mentiria se dissesse que não tenho medo de envelhecer e das mudanças pelas quais meu corpo, pele e cabelo passam, mas busco lidar com isso sem neuras, de maneira leve. Alguns fios brancos eu disfarço com tintura natural de henna e com relação à pele eu uso produtos feitos com plantas que cuidam da vitalidade e dela. Mas a minha maior preocupação com o passar dos anos é em relação à saúde física e mental."


Além de cuidar da alimentação e praticar atividade física, eu busco cuidar das minhas emoções e investir em práticas de autoconhecimento. Acho que essa beleza que vem de dentro, da segurança de ser quem se é, reflete por fora em qualquer idade.


Sua pele mudou muito desde que mudou sua rotina? Como?

Muito mesmo. Ela tem um brilho natural, muito menos acnes, é mais firme e mais elástica. E eu sinto muito prazer em minha rotina de cuidados com ela.


Quais foram as suas descobertas nesse caminho de beleza natural?

Foram muitas. Eu passei a me conhecer e perceber o que minha pele e cabelo precisam e não seguir receitas prontas que serviam pra outras pessoas, mas não para mim. Também me aproximei mais da natureza e reduzi a quantidade de produtos que uso, pois muitos produtos naturais são multifuncionais. Me cuidar usando plantas tornou esses momentos, que antes eram automáticos, algo mágico.